Encontro de Joinville – 2ª Parte

September 11, 2012

Vários visitantes e seguidores deste Blog mandaram email’s indagando sobre o número da carros participantes do 8º Encontro Regional de Veículos Antigos, promovido pelo Veteran Car Club de Joinville nos dias 25 e 26 de agosto passado, pedindo para que se publicassem mais fotografias do encontro.

Pois bem, o número de veículos que passaram pelo Centreventos Cau Hansen nos dois dias não me foi passado, mas seguramente mais de 200 veículos estiveram expostos no local. Mais uma vez ressalto a organização do evento e algumas raridades de automóveis que prestigiaram o povo catarinense. Em complemento e para encerrar a matéria relativa ao Auto Clássico Joinville 2012, seguem mais algumas fotografias dos carros participantes do salão do automóvel antigo.

Auto Clássico Joinville 2012

September 5, 2012

Chevrolet Corvette – a mosca branca do encontro

O Veteran Car Club de Joinville realizou nos dias 25 e 26 de agosto último, no Centreventos Cau Hansen, o 8º Encontro Regional de Veículos Antigos e 1º Raid de Automóveis Clássicos, acontecimento que movimentou e muito, a pacata e aprazível cidade catarinense.

O presidente do Veteran de Joinville, Gilmar Gonçalves, observou na ocasião que “O evento reviverá a história das marcas nacionais e importadas, retratando a mudança de estilos. O público terá a oportunidade de viajar no tempo ao lado dos colecionadores e suas máquinas maravilhosas”, e sem dúvida alguma o público presente aos dois dias do encontro, e diga-se de passagem, público excelente, realmente viajou no tempo ao contemplar modelos da década de vinte até os mais modernos.

O pavilhão muito bem organizado e dividido, estava demarcado com espaços destinados às mais variadas marcas de automóveis, o que chamou muito mais a atenção não só dos visitantes mas também dos próprios expositores, pela concentração dos carros que variavam de anos e de modelos. Havia o estande do Fusca, da Mercedes Benz, do Sinca, do Galáxi, do Corvette dentre outras marcas que lá estavam expostas, além de uma área reservada aos carros fora de série.

Destaca-se dentre as atividades desenvolvidas que havia como sempre acontece em encontros de antigomobilistas, a feira de peças, loja de autos clássicos, motocicletas antigas, show’s transmitidos por um telão instalado no pavilhão, além de restaurante e choperia. Os organizadores deste 8º Encontro Regional de Automóveis Antigos de Joinville deram um verdadeiro espetáculo de organização, aliás, o povo catarinense é anfitrião por excelência, dando atenção a todos os expositores, acomodando os carros que não paravam de chegar à exposição, enfim, constatei pessoalmente que não houve um único incidente durante os dois dias da exposição.

Este blogueiro que também expôs em Joinville um dos seus carros, rende suas homenagens e expressa seus cumprimentos não só ao amigo Gilmar Gonçalves, presidente do Veteran Car Club de Joinville, mas a todos os sócios daquele magnifico clube de automóveis antigos que auxiliaram na organização do 8º Encontro Regional de Automóveis Antigos.

Mas para não ocupar muito espaço da página com descrições sobre evento, penso que contará melhor o que aconteceu no Centreventos Cau Hansen, a ilustração fotográfica.

11º Encontro de Antonina – 2ª Parte

August 22, 2012

Recebendo outra leva de fotografias do 11º Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina, promovido pelo MP Lafer Auto Clube do Paraná, e nos enviada pelo nosso amigo Wando, passo a publicá-las nesta segunda parte da matéria, desculpando-me desde logo junto aos expositores pela impossibilidade de publicar fotos de todos os carros participantes eis que pela Avenida do Samba passaram nos dois dias de encontro, mais de 500 automóveis.

Motociclistas também prestigiaram o evento

Colecionadores, nos dias 25 e 26 de agosto, próximo final de semana, acontecerá na cidade de Joinvile, no vizinho Estado de Santa Catarina, o 8º Encontro Regional de Veículos Antigos no Pavilhão de Eventos Edmundo Doubrawa, na Avenida Beira Rio. Vale a pena conferir. Leve seu automóvel antigo para expôr e participe deste “Salão do Automóvel Antigo – Auto Clássico Joinville 2012″.

Antonina – 11º Encontro de Antigos

August 15, 2012

O MP LAFER AUTO CLUBE DO PARANÁ movimentou a pacata cidade litorânea de Antonina, dos dias 20 a 22 de julho de 2012, ao promover o 11º Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina, que, para não fugir à regra dos anos anteriores, alcançou absoluto sucesso e recorde de expositores.

O 11º Encontro de Automóveis Antigos e Especiais contou com a participação de vários clubes de automóveis do Paraná, com o clube de Santa Catarina, de São Paulo e do Rio Grande do Sul.  Nos três dias de encontro ficaram expostos na Avenida do Samba mais de 500 automóveis de várias marcas, modelos e anos, dando o tom nostálgico ao evento que ficou também marcado pelos dias maravilhosos de muito sol e calor.

No dia 21 a noite, foi realizada a cerimônia oficial de abertura do 11º Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina no Teatro Municipal, que contou também com a presença do senhor Prefeito Municipal. Na cerimônia, além da premiação do automóvel mais antigo, mais original, mais raro, motor beleza, etc, seguiram-se as homenagens prestadas a alguns colecionadores.

Após esta cerimônia oficial, os antogimobilistas participaram de um saboroso jantar com música ambiente no restaurante do Hotel Camboa, dando-se continuidade ao evento no domingo até as 17:00 horas, quando houve encerramento também oficial do encontro.

Wando, sócio do MP LAFER AUTO CLUBE DO PARANÁ e que auxiliou com muita dedicação o Presidente do clube Henrique e a Vice-presidente Marisol na realização deste grande evento, nos mandou um ligeiro resumo dos acontecimentos, externando agradecimentos ao Jornal Gazeta do Povo pela divulgação do 11º Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina e a todos os participantes, relatando que pela Avenida do Samba desfilaram desde um fusquinha ano 1966, vindo de Pomerode/SC até um belo Ford GT da cidade de Curitiba.

O Mercado das pulgas sempre bem ativo, expôs à venda peças das mais variadas marcas e modelos de automóveis, além de souvenir alusivo ao evento.

Tive a satisfação de participar também deste 11º Encontro de Automóveis Antigos e Especiais promovido pelo MP Lafer Auto Clube do Paraná, expondo meu Miúra Targa ano 1984, e conferi bem de perto a belíssima organização do encontro, com alas reservadas aos clubes participantes, merecendo a organização nossos mais efusivos aplausos, extensivo a todos àqueles de que forma direta ou indireta contribuíram para o sucesso deste evento.

Abaixo publicamos algumas fotografias do 11º Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina.

Na próxima atualização, traremos mais fotografias alusivas a este 11º Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina.

O calçadão da XV e o Clube Elas

July 31, 2012

Nos fins dos anos 60 e início dos anos 70, a rua XV de Novembro, na Capital do Estado do Paraná, era toda transitável por veículos da época que circulavam em ambos os sentidos, desfilando por toda a bela cidade.

Daquela década em diante, a rua XV foi fechada para os automóveis e outros veículos de tração motor ou mesmo animal, passando a ser conhecida como “Calçadão da XV” ou “Rua das Flores”, quando então se permitiu apenas o fluxo de pessoas que transitam pelo centro de Curitiba. Local de muitas lojas, confeitarias, cafés, bancas de jornais e revistas e sempre, como em todo o centro grande, local também de pessoas interessantes, algumas até pitorescas, umas elegantes, outras nem tanto, verdadeiro símbolo da diversidade humana, como por exemplo, a mulher que se vestia com papelão para embalar maçãs, com divisórias para a separação das frutas, na cor roxa; o travesti “Gilda” que abordava as pessoas pedindo uma “moedinha ou um beijo na boca”; a mulher que vendia bilhetes de loteria e era atração turística pelo timbre forte de voz ao anunciar o cartão gritando: “tem borboleta”, “cobra”, “cavalo”, e outros bichos; o “ceguinho” que tocava acordeon para receber um troco dos transeuntes, entre tantas outras atrações.

O calçadão da XV, como hoje é chamado, depois de inaugurado passou a ser ponto de encontro de grandes personalidades de Curitiba e também do Estado do Paraná, que lá se encontravam e se encontram até os dias de hoje para longas conversas e discussões futebolísticas, sobre política, sobre segurança pública, saúde, educação, problemas financeiros que afligem o País, a Europa, a América do Norte, enfim, discussões que acertam e consertam os problemas do Brasil e do resto do mundo.

No calçadão da XV, o início do calçadão foi batizado por Anfrísio Siqueira, de saudosa memória, como “Boca Maldita” e  se tornou uma confraria que agrega grandes nomes do Paraná, outorgando-lhes o título de “Cavalheiros da Boca Maldita”.

Este ano de 2012 se comemora o quadragésimo aniversário do “Calçadão da XV” e entre os festejos, o Clube Elas de antigomobilismo em parceria com a Provopar, nos fez reviver o passado. Promoveu um belo encontro de automóveis antigos, alguns daqueles que circulavam pela Rua XV de Novembro, e que agora os vimos tão somente estacionados sobre a calçada, como nos velhos e bons tempos. Foi um verdadeiro espetáculo que transportou as pessoas numa viagem de quarenta e poucos anos atrás.

Foi realmente uma bela iniciativa que agradou a todos quantos passaram pelo calçadão.

O Clube Elas de Automóveis Antigos e Especiais, gentilmente nos enviou algumas fotografias do encontro para que pudéssemos publicar no blog, e para comparar o antes e o depois, colhi também uma fotografia da Rua XV de Novembro dos anos 60/70, que foi publicada no jornal Gazeta do Povo, na coluna do historiador Cid Distéfani, de quem aliás, sou assíduo leitor e admirador.

Parabéns ao Clube Elas de Automóveis Antigos e Especiais por esta magnífica iniciativa.

Tempos de outrora

Tempos de hoje

Puma Club do Brasil

July 17, 2012

O Puma Club do Brasil – Paraná – Curitiba, tem nova diretoria desde o dia 06 de maio, quando da eleição à unanimidade dos sócios votantes elegeu para a presidência do clube o pumeiro Sérgio Colombo.

No mesmo dia e em razão da unanimidade, o “Sérjão”, como é conhecido no meio automobilístico, já tomou posse e empossou toda a diretoria para o próximo biênio, sendo a seguinte composição: Presidente- Sérgio R. A. A. Colombo; Vice Presidente- Amilcar Delvan Stühler; Diretor Secretário- Ivan Irber; Diretor Financeiro- Ciro S. Marques; Diretor Social- Ademir M. dos Santos; Diretor Técnico- Alvaro Eloy Natel e Diretor do Patrimônio- Edmar M. Fabri.

O Conselho Fiscal foi assim constituído: Cláudio Bruel, Orlei Mikaloski e Marcos A. Zolet.

A preocupação do novo presidente do Puma Club do Brasil, Paraná, Curitiba,  é manter a união dos sócios como até hoje demonstrada, e promover reuniões, passeios e encontros que divulguem o clube dentre os outros clubes de automóveis antigos e especiais, além também de ações sociais como a realizada no dia 14 de julho último.

A nova diretoria do Puma Club do Brasil, Paraná, Curitiba, visando a integração e participação maior dos sócios, promoveu na residência do novo presidente do clube no último dia 30 de junho uma animada festa junina, onde os sócios e suas esposas comparecerem vestidos a caráter, e não não faltou animação e alegria.

No dia 07 de julho o clube sob a batuta do novo presidente, “Sérjão”, promoveu uma churrascada no almoço onde a participação dos pumeiros foi bastante grande, tornando o espaço do evento alegre, aprazível e muito animado.

A nova diretoria do Puma Club do Brasil, Paraná, Curitiba, também promoveu a campanha do agasalho cujo encerramento aconteceu no último dia 14 de julho, com um almoço realizado na SG Premium, empresa automobilística de propriedade do sócio Orlei Mikaloski. O resultado da campanha foi excelente, com arrecadação acima do esperado, estando agora para definir a entidade a ser beneficiada com os agasalhos.

O “Sérjão”, novo presidente do Puma Club do Brasil, Paraná, Curitiba, encaminhou a todos àqueles que contribuíram para com a campanha do agasalho a seguinte mensagem:

“Caros amigos, chegou ao fim a Campanha do Agasalho 2012. Os objetivos foram plenamente atingidos o que revela a grandeza de alma de nossos amigos e sócios. Na próxima quarta-feira (18/07) estaremos mais uma vez reunidos para selecionar as roupas, fazer um inventário e definir para quais instituições iremos doar. Quero agradecer mais uma vez a todos que direta ou indiretamente colaboraram para o sucesso do evento. Ano que vem, com certeza, repetiremos a campanha que será mais auspiciosa do que a deste ano. Um grande abraço, Sérjão.”.

Parabéns ao Sérgio Colombo por esta iniciativa. Este blogueiro deseja ao “Sérjão” e toda sua diretoria, uma gestão plena de sucessos, eventos, promoções, encontros, e muita alegria, ao tempo em que disponibiliza espaço neste blog para divulgação dos eventos e acontecimentos do Puma Club do Brasil, Paraná, Curitiba.

Já estou sabendo também, que no XI Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina, que acontecerá já no próximo final de semana, dias 20, 21 e 22 de julho, o Puma Club do Brasil, Paraná, Curitiba, descerá a Serra do Mar em carreata com um grande número de Pumas para participar desse encontro que já é nacionalmente conhecido, respeitado e prestigiado.

Fica aqui o convite para você que é antigomobilista, participar desse concorrido evento que é promovido pelo MP Lafer Auto Clube do Paraná, e que conta com a participação de inúmeros clubes de automóveis antigos e especiais vindos de todos os cantos do Brasil.

Algumas fotos abaixo ilustram as atividades do Puma Club do Brasil, Paraná, Curitiba, já sob a presidência de Sérgio Colombo.

Festa junina

Churrascada

Encerramento da campanha do agasalho

Alfa Romeo

July 5, 2012

Em 1907, Cavaliere Ugo Stella, um aristocrata de Milão e Alexandre Darracq, fabricante de carros francês fundaram a companhia “Darracq Italiana”, que começou a produzir automóveis Darracq em Nápoles. Com o fim da parceria, Stella, com o financiamento de outros investidores italianos moveu a linha de produção para uma fábrica desativada em Portello, subúrbio de Milão, mudando, na ocasião, o nome da empresa para ALFA - Anonima Lombarda Fabbrica Automobili. O primeiro carro produzido inteiramente pela companhia foi o modelo 24 HP de 1910, desenhado por Giuseppe Merosi (tendo este nome devido à potência gerada por seu motor). Posteriormente, Merosi participou do desenvolvimento de novos carros da ALFA, com motores mais potentes, de 40 a 60 hp. A ALFA também se aventurou nas competições automobilísticas, com os pilotos Franchini e Ronzoni participando da Targa Florio de 1911 pilotando modelos 24 HP. Entretanto, com o início da I Guerra Mundial, a produção ficou paralisada por três anos.

Nicola Romeo assumiu a direção da empresa em 1916 e converteu a empresa numa fábrica bélica para atender as necessidades da Itália e dos aliados durante a I Guerra Mundial. Munição, motores e peças para aviões, geradores e compressores baseados nos motores de carros anteriormente produzidos e até locomotivas foram produzidas pela ALFA durante a guerra. Com o fim da guerra, Nicola Romeo assumiu o controle total da empresa, e a fabricação de carros foi retomada em 1919. Em 1920 o nome da empresa foi alterado para Alfa Romeo, e o Torpedo de 20 a 30 HP foi o primeiro carro fabricado sob a nova marca. Giuseppe Merosi continuou como designer-chefe e a companhia continuou a produzir bons carros de rua e carros de corrida de sucesso (dentre eles o 40-60 HP e o RL Targa Florio).

Em 1923, o então piloto da equipe Alfa Romeo, Enzo Ferrari, convenceu Vittorio Jano a abandonar a FIAT e substituir Giuseppe Merosi na equipe de design da Alfa Romeo. O primeiro modelo concebido sob a supervisão de Jano foi o P2 Grand Prix, que deu à Alfa Romeo o título mundial de 1925. Para carros de rua, Jano desenvolveu uma série de motores pequenos e médios de 4, 6 e 8 cilindros em linha baseados no motor do P2 que estabeleceram a arquitetura de motores clássica da Alfa Romeo. Construção em liga-leve, câmaras de combustão hemisféricas, velas em posição central, duas válvulas em linha por cilindro e câmara de combustão dupla. Tal arquitetura provou-se durável e potente.

Em 1928 Nicola Romeo abandonou a empresa, quando esta foi à falência. Em 1933 a Alfa Romeo sofreu uma intervenção do Governo italiano, que passou a ter o controle da empresa. A Alfa Romeo passou a ser um instrumento da Itália de Mussolini, um Emblema Nacional.

Durante a II Guerra Mundial a fábrica da Alfa Romeo foi bombardeada e com muito custo voltou a ser rentável após a guerra. Parou de fabricar carros luxuosos, dedicando-se à produção em massa de carros populares.

Na década de 60 a Alfa Romeo tornou-se famosa por seus carros pequenos e modelos desenhados especialmente para a polícia italiana – “Pantere” e “Carabinieri”. Dentre eles o glorioso “Giulia Super”, ou o 2600 Sprint GT, que recebeu o apelido expressivo de “Inseguimento” (por ter sido confundido com o carro utilizado pelo famoso agente de polícia e inigualável motorista, Armandino Spadafora na perseguição a ladrões por uma escada em 1960. Na verdade o carro utilizado era uma Ferrari 250 GT/E preta).

Em 1967 o famoso filme “A primeira noite de um homem”, protagonizado por Dustin Hoffman deu status de celebridade à Alfa Romeo Spider (também conhecida por suas designações italianas “Duetto” ou “Osso di Seppia”, ou ainda “round tail”).

A Spider foi desenhada por Pininfarina.

Na década de 70 a Alfa Romeo novamente entrou em crise financeira. O governo então privatizou a Alfa Romeo, passando o controle para a FIAT em 1986. Foi então criado um novo grupo empresarial – Alfa Lancia Spa – que se dedicou desde então à fabricação de carros Alfa Romeo e Lancia.

Antes de ser comprada pela FIAT, a Alfa Romeo sempre teve uma postura ousada no mercado, experimentando novas soluções nas pistas e utilizando-as na produção em série, mesmo com o risco de perdas comerciais. A Alfa Romeo sempre se caracterizou também pelo estilo controverso e pouco ortodoxo, que sempre levantaram discussões sobre estilo.

A Alfa Romeo representa o fabricante de carros que permite uma condução esportiva para o motorista comum, oferecendo à apreciação o som característico de seus motores.

Em italiano, o dono de um Alfa Romeo é um “Alfista”, e um grupo deles são “Alfisti”. Alfa Romeo sempre tem em seus proprietários grandes defensores e muitos de seus carros se tornaram símbolos culturais. Também existem centenas de clubes de donos de Alfa Romeo ao redor do mundo.

A Alfa Romeo alcançou grande sucesso em diversas competições: Fórmula 1, Protótipos, Turismo e Super Turismo. Pilotos independentes também participaram com sucesso de outras provas, incluindo ralis.

Em 1923 Vittorio Jano, que veio da FIAT, começou a projetar motores que deram à Alfa Romeo sucesso nas pistas até o fim da década de 30. Quando o projeto começou a mostrar fraqueza, Jano foi demitido.

Na década de 30 Tazio Nuvolari venceu a Mille Miglia pilotando um 6C 1750, cruzando a linha de chegada após uma incrível ultrapassagem sobre Achille Varzi sem os faróis, no meio da noite.

O modelo 8C 2300 venceu as 24 horas de Le Mans de 1931 a 1934. A Alfa Romeo abandonou as competições quando o Governo Italiano assumiu o controle da empresa. Surge então a Scuderia Ferrari, incialmente como o braço de competições da Alfa Romeo (Enzo Ferrari pilotou para a Alfa antes de assumir a chefia da equipe, e logo a seguir passa a produzir seus próprios carros). Em 1935 uma Alfa Romeo pilotada por Nuvolari vence o Grande Prêmio da Alemanha. Em 1938 Biondetti vence a Mille Miglia pilotando um 8C 2900B Corto Spyder, desde então apelidado de modelo “Mille Miglia”.

Em 1950 Nino Farina venceu o Campeonato Mundial de Fórmula 1 pilotando uma Alfa Romeo 158 com compressor; em 1951 Juan Manuel Fangiovenceu pilotando uma Alfetta 159 (uma evolução do modelo 158, com um compressor de dois estágios). Outros títulos foram vencidos em 1975 e 1977, enquanto a Alfa Romeo 33 dominava a categoria de Protótipos de 1967 a 1977.

ANTONINA – PARANÁ – BRASIL

June 22, 2012

O MP Lafer Auto Clube do Paraná já está a todo vapor preparando o XI Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina. Você que é proprietário de automóveis antigos e especiais comece a preparar suas raridades para esse encontro que já é conhecido e reconhecido em todo o Brasil e até nos países vizinhos.

Não percam para não se arrependerem depois.

clique sobre o cartaz

Alguns hotéis de Antonina:

Hotel Camboa (41) 3432-3267;

Hotel Regência Capela (41) 3432-1475/1357;

Pousada Atlante (41) 3432-1256;

Automóveis Antigos invadem Pomerode

June 17, 2012

Numa área de 215.904 km2, situada ente as cidades catarinenses de Blumenau e Joinvile nasceu com o início da imigração alemã no Brasil, isto nos idos de 1.861, a colônia de Pomerode, hoje a bela e charmosa cidade catarinense de Pomerode, fundada pelos imigrantes pomeranos. Com clima subtropical e população de aproximadamente 27.800 habitantes, é uma cidade típica alemã, com um povo extremamente acolhedor e de uma culinária e de um chopp, sem iguais.

Nos dias 1, 2 e 3 de junho aconteceu o 9º Encontro de Veículos Antigos de Pomerode que, a exemplo dos anos anteriores, foi absoluto sucesso, contando com a participação de carros antigos de vários Estados da Federação que representaram inúmeros clubes de automóveis antigos e especiais.

O encontro aconteceu no centro de eventos daquela cidade, promovido pelo Veteran Car Club do Brasil – Pomerode – Santa Catarina, que tem na presidência a antigomobilista Débora, realçando também a participação sempre muita ativa da diretoria e dos sócios daquele clube para o total sucesso do encontro.

O pavilhão de exposições tornou-se pequeno para abrigar tantas maravilhas levadas à exposição, tanto que centena de carros ficaram expostos no páteo externo. Um verdadeiro espetáculo de encher os olhos de todos os visitantes.

Até São Pedro colaborou! Na sexta-feira, dia 1º de junho caiu uma chuva fraca no período da tarde e noite, porém no sábado dia 2, explodiu um sol sensacional que levou não só os visitantes daquela graciosa cidade, mas também visitantes das cidades vizinhas ao centro de exposições para apreciar as máquinas maravilhosas e raras que participaram do 9º Encontro de Veículos Antigos de Pomerode.

No domingo dia 3, também muitas pessoas compareceram para prestigiar o evento que teve o encerramento oficial as 17:00 horas.

Destaque-se também o apoio prestado pela Prefeitura Municipal de Pomerode e da Secretaria de Turismo, que sempre são importantes na realização de encontros de tamanha envergadura.

Edemar, esposo da Débora, juntamente com outros antigomobilistas foram incansáveis na organização diuturna deste 9º Encontro de Automóveis Antigos de Pomerode, recepcionando carinhosamente a todos os participantes que chegavam com seus carros espetaculares, isso sem falar no delicioso coquetel de boas vindas regado a chopp daquela região.

Parabéns pelo grande evento à cidade de Pomerode e ao Veteran Car Club do Brasil de Pomerode – Santa Catarina.  Este 9º encontro já está com sabor de saudade.

Seguem algumas fotografias ilustrativas, deculpando-nos desde logo pela impossibilidade de publicar fotos de todos os automóveis expostos.

Um grande abraço ao povo de Pomerode e de toda Santa Catarina, e até a próxima.

ANTONINA VEM AÍ.

June 14, 2012

A T E N Ç Ã O!

Você que é colecionador de automóveis antigos ou proprietário de carros especiais fiquem alertas. Vem aí o XI Encontro de Automóveis Antigos e Especiais de Antonina que acontecerá nos dias 20 a 22 de julho de 2012. Esse é o maior encontro do antigomobilismo do Paraná, e nas dez últimas edições contou com a participação de colecionadores vindos de todos os cantos do Paraná, de Santa Catarina, de São Paulo, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul e até alguns automóveis dos países vizinhos. É sem dúvida nenhuma um grande e belo encontro. Os que já participaram conhecem bem e os que ainda não tiveram a oportunidade de participar, não percam este ano. O MP Lafer Auto Clube do Paraná é o promotor do evento e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Antonina. É um verdadeiro espetáculo de encher os olhos de qualquer pessoa. Vale conferir.

Para terem um ligeira impressão do que é esse encontro seguem algumas fotos do ano passado.